Android Notícias 

Android O – Novo sistema do Google com foco em otimizar a bateria

O Google lançou a primeira prévia do Android 8.0 (Android O) nesta terça-feira (21). A nova versão do sistema, que ainda está em fase de testes, não traz grandes mudanças na interface, mas apresenta recursos com foco em otimização de bateria e navegação.

Entre as novidades, destacam-se a possibilidade de limitar o funcionamento de aplicativos em segundo plano e a função de agrupar notificações de acordo com temas. Diferentemente do Android 7.0 Nougat, o novo sistema ainda não pode ser baixado pelo Android Beta – ele está disponível apenas para download e instalação manual.


O objetivo da prévia lançada é obter o feedback de desenvolvedores independentes para corrigir bugs e melhorar o software até o evento Google I/O 2017, que ocorre em maio. Só na ocasião, o fabricante deve revelar o nome final do Android O. Rumores indicam que ele poderá se chamar “Android Oreo”. Veja, a seguir, todas as novidades aguardadas para o sistema operacional do Google.

Mais bateria

O Android 8 promete mais mudanças para fazer o smartphone usar menos energia. O destaque vai para um controle de atividades em segundo plano, que deve limitar funções de aplicativos que consomem demais, como o Facebook. Desenvolvedores de apps terão a tarefa de adaptar seus programas para gastarem menos bateria. O usuário não precisará fazer nada para obter vantagem, a não ser atualizar o celular.

Novo visual de notificações

O Android 7.0 Nougat foi responsável por agrupar notificações vindas de um mesmo app, e a nova versão dá um passo adiante. A partir do Android O, o usuário poderá combinar alertas por temas, para poupar espaço na cortina do sistema. Na prática, será possível ver todas as mensagens em um único grupo de notificações, não importando se elas vieram do WhatsApp, Snapchat ou Facebook Messenger.

Em termos de aparência, outra novidade permite a usuários customizarem ícones dos apps instalados. A função já existe em launchers de terceiros, mas deverá desembarcar para todos como padrão.

Picture In Picture

A função de PiP já existia no Android TV e agora desembarca nos smartphones e tablets. O recurso permitirá reproduzir um vídeo e continuar assistindo mesmo após sair do aplicativo original. É uma ferramenta já presente, hoje, em aparelhos da Samsung, por exemplo. Mas será novidade para quem tem celular com Android “puro”, como os da Motorola.

Áudio melhorado

O novo Android traz compatibilidade de fábrica com um codec de áudio da Sony chamado LDAC, que promete som de alta qualidade no celular. Além disso, o sistema traz embutido um mecanismo de tratamento de áudio de alta qualidade, que trabalha especificamente para diminuir a latência. A ideia é criar uma experiência parecida com a do iPad, que tem recursos próprios para amantes da música.

Disponibilidade

O Android O começa a ser liberado gradativamente para alguns aparelhos. Como de costume, no começo só serão compatíveis os celulares da antiga linha Nexus (Nexus 5X e Nexus 6P), além dos mais recentes Google Pixel e Google Pixel XL. Poderão instalar ainda donos do tablet 2-em-1 Pixel C e do set-top box Nexus Player.

O Google alerta que a primeira versão é instável, e não deve ser usada pelo usuário final. Em breve o sistema deverá ser disponibilizado no programa Android Beta, em uma variante mais estável para teste. O Android O final, livre de bugs, ainda não tem previsão de lançamento.

Related posts

Deixe seu comentário